• Dr. Agnaldo Castro

Preenchimento facial e Skinbooster são a mesma coisa?

À medida que envelhecemos, a pele perde a elasticidade, o viço e o brilho. As causas são diversas e, dentre elas, está a diminuição da produção de ácido hialurônico pelo nosso organismo, uma substância capaz de atrair água e manter a pele hidratada.



Então, podemos utilizar uma versão sintética do ácido hialurônico (feita em laboratório e, basicamente, igual à encontrada no corpo humano), a fim de promover uma hidratação injetável e auxiliar na recuperação da pele de dentro para fora.


Como o preenchimento facial e o Skinbooster são realizados com essa mesma substância, às vezes, pode ser difícil compreender qual é a diferença entre eles. Entretanto, são procedimentos distintos!


A principal diferença está nos objetivos do tratamento. Enquanto o preenchimento é realizado para restituir o volume da face e melhorar os contornos e as formas, o Skinbooster promove hidratação e elasticidade à pele. Além disso, a concentração de ácido hialurônico dos dois tratamentos é diferente para que cada objetivo seja atingido, apresentando menor densidade quando usado para hidratação e sendo mais denso quando o intuito é melhorar sustentação e reestruturação.


Skinbooster é um procedimento estético injetável simples. O ácido hialurônico puxa e mantém as moléculas de água ao seu redor e, com isso, consegue formar um reservatório hídrico de longa duração, promovendo o aumento da espessura, da maciez e do viço da pele, o que consequentemente proporciona uma melhor aparência à face do paciente.


Já o preenchimento é destinado a repor volumes perdidos ao longo do processo de envelhecimento e reestruturar a face por meio de pontos de sustentação, trazendo rejuvenescimento. Outro objetivo deste procedimento pode ser também o embelezamento, melhorando o contorno e as proporções faciais de pacientes que não necessariamente estejam envelhecidos. Geralmente, é feito no sulco nasolabial (o “bigode chinês”), nos lábios, no contorno da mandíbula, na maçã do rosto, nas olheiras etc.


Para a sua segurança e melhores resultados, nunca deixe de procurar um profissional especializado. A avaliação médica vai determinar o protocolo de tratamento. Se tiver dúvidas, preencha o campo de comentários aqui e entraremos em contato!


Dr Agnaldo Castro • Cirurgião Plástico ⠀

CRM 164631 • RQE 79273⠀



Posts recentes

Ver tudo