MAMOPLASTIA REDUTORA

Seios excessivamente grandes são um problema para várias mulheres. O peso do tecido mamário em excesso gera não somente uma limitação funcional, mas também baixa autoestima e problemas psicológicos.

 

A redução de mama remove o excesso de gordura, do tecido glandular e da pele, para que ela atinja um tamanho proporcional ao corpo da paciente.

 

O ideal é que a cirurgia seja realizada quando o desenvolvimento da mama estiver completo, o que acontece com o fim da puberdade. Do contrário, pode ser necessário que a paciente tenha que se submeter a uma segunda cirurgia devido à modificação da mama com o seu desenvolvimento.

Como é feito o procedimento?

 

  • A cirurgia de redução de mama geralmente é realizada através de incisões nos seios com a remoção cirúrgica do excesso de gordura, do tecido glandular e da pele. 

  • A técnica usada para reduzir o tamanho de seus seios será determinada pelas particularidades anatômicas, composição da mama e quantidade da redução. 

  • Em alguns casos, podem ser realizados refinamento com lipoaspiração das regiões laterais ou axilares, por exemplo. 

  • A extensão e o formato da cicatriz variam de acordo com cada caso.

Tempo de cirurgia e recuperação

  • O tempo médio de duração da cirurgia é de três a quatro horas, podendo ser alterado de acordo com a complexidade do caso.

  • A paciente vai para o quarto logo após a cirurgia e permanece hospitalizada, tendo alta normalmente no dia seguinte.

  • A volta ao trabalho geralmente é liberada depois do 7º dia de pós-operatório, desde que sem esforço excessivo para os braços 

  • Deve-se evitar esforço físico nos primeiros 30 dias e não movimentar os braços em excesso. Não levantar os cotovelos acima dos ombros durante 1 mês.

  • Caminhadas esportivas e esportes que não envolvam a área operada podem ser realizados após 45 dias. Ginástica e esportes que envolvam a área operada (musculação para braços, ombros, peitorais e dorso, natação, aeróbica etc.) são liberados após 4 meses, adotando a técnica de exercícios progressivos.

  • O resultado pode ser melhor avaliado a partir de 6 meses. Porém, a cicatrização final acontece entre 12 a 18 meses.

Contraindicações

 

  • A mamoplastia redutora é contraindicada para pacientes que apresentem doenças prévias em fase aguda, mulheres em fase de amamentação ou em uso de medicamentos anticoagulantes.

  • Fumantes e mulheres com obesidade têm maior risco de necrose. A paciente é orientada a perder peso e cessar o tabagismo para realizar o procedimento com maior segurança.

Desconforto e reações esperadas

  • A dor no pós-operatório é discreta e minimizada com analgésicos leves. Costuma ser mais frequente no período pré-menstrual. Pode ocorrer dores no braço, devido à anestesia e a postura durante a cirurgia.

Cuidados após a cirurgia

  • O período médio de utilização do sutiã cirúrgico é de dois meses durante 24h, podendo no 3º mês ser utilizado somente ao longo do dia ou da noite.

  • A meia antitrombo normalmente é utilizada durante 7 a 10 dias.

  • A alimentação deve ser feita de forma normal, salvo em casos especiais, os quais receberão orientação específica.

  • Devido ao fato de estar se sentindo muito bem, a paciente pode esquecer-se de que foi operada recentemente, permitindo-se esforços prematuros que poderão lhe trazer prejuízos.