BLEFAROPLASTIA

A aparência de cansaço é uma das principais queixas dos pacientes que procuram este tratamento, pois a retirada do excesso de pele palpebral em quem tem esta indicação traz uma aparência mais rejuvenescida e descansada. 

 

A blefaroplastia remove o excesso de pele, músculo (quando este é muito hipertrofiado) e trata as bolsas de gordura das pálpebras superiores e inferiores. O objetivo é não só trazer rejuvenescimento na área ao redor dos olhos, mas também um ganho funcional naqueles pacientes que têm prejuízo na visão devido ao peso que o excesso de pele palpebral causa nos olhos.

Como é feita a cirurgia

  • O excesso de pele é retirado com uma fina incisão sobre o sulco palpebral pré-existente para esconder a leve cicatriz a ser criada. 

  • Após a retirada de pele, o cirurgião tem acesso ao septo orbital, o qual é incisado para que as bolsas de gordura proeminentes sejam alcançadas e tratadas. 

  • É realizado o fechamento da pele, deixando uma cicatriz bastante discreta no sulco palpebral (pálpebra superior) ou próximo à linha dos cílios (pálpebra inferior).

Tempo de cirurgia e recuperação

  • A cirurgia dura em torno de 1 a 2 horas e pode ser realizada com anestesia local e sedação em centro cirúrgico hospitalar. 

  • Após o procedimento, o paciente fica em recuperação por algumas horas e pode retornar para casa no mesmo dia. 

  • Os pontos são retirados em aproximadamente 5 dias. 

  • De forma geral, o retorno ao trabalho pode ocorrer em 5 dias e a volta às atividades físicas entre 2 e 3 semanas (10 dias para caminhada, 20 dias para esportes e 30 dias para natação), mas isto pode variar, a depender da evolução de cada paciente.

Desconforto e reações esperadas

  • Inchaço e equimoses (manchas roxas) nos primeiros dias são comuns, porém com a aplicação de compressas frias, cabeceira elevada e uso de lubrificantes oculares a recuperação é mais rápida. 

  • É comum que o paciente fique com sensação de areia nos olhos, incômodo e sensibilidade à luz no início do pós-operatório.

Cuidados após a cirurgia

  • Compressas frias podem ser colocadas nos olhos para reduzir o inchaço. Colírios são necessários para evitar que os olhos sequem. O paciente deve usar dois travesseiros para dormir nos primeiros 3 dias.

  • Óculos, TV e leitura são liberados a partir do 2º dia, se tiver condições, e sem forçar.

  • Óculos de sol escuros são recomendados para proteger os olhos da irritação causada pelo sol e pelo vento, que devem ser evitados por 30 dias.

  •  A exposição ao sol direto na face pode acontecer após 45 dias, desde que o paciente não apresente manchas roxas e use protetor solar (FPS 30), óculos de sol e boné.